20/12: Sinfarmig realiza Assembleia para alertar sobre impactos da Reforma Trabalhista nos ganhos da categoria

Notícias

 

Preocupada com o futuro das conquistas dos farmacêuticos e buscando soluções coletivas para a manutenção da atividade sindical o Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais – Sinfarmig realizou nesta terça-feira uma primeira Assembleia Geral aberta aos profissionais para nivelar informações sobre os cenários prováveis pós-reforma trabalhista. 

O objetivo do Sinfarmig é explicar a categoria o que acontecerá caso os sindicatos deixem de existir. Isso porque a reforma aprovada pelo Governo Federal, que já está valendo desde 11/11/17, torna facultativa a contribuição sindical. 

Trocando em miúdos, com o objetivo de enfraquecer as entidades sindicais que defendem os direitos coletivos e lutam por cada reajuste nas datas-base, ano após ano, a decisão tornou facultativo o trabalhador contribuir com um dia de serviço por ano para os sindicatos representativos de cada categoria. 

O problema disto é que sem estes recursos as entidades terão impactos sem precedentes e perderão a estrutura que oferecem hoje aos profissionais. São centenas de homologações de rescisões de contrato de trabalho, prestação de assessorias jurídicas, busca de variados convênios até as negociações coletivas que vem resultando ao longo de décadas em conquistas de reajustes e outros avanços sociais que são contabilizados para todos, mesmo que muitos nem saibam qual o processo árduo que elas de fato acontecem. 

Para garantir o diálogo com os profissionais, o Sinfarmig vai manter em todo o Estado a Assembleia Permanente que buscará as opiniões e a adesão do maior  número de farmacêuticos mineiros. A diretoria do Sinfarmig está com as portas abertas para receber e conversar sobre as alternativas possíveis e capazes de inverter as profundas perdas que já foram impostas, assim como evitar mais ataques aos direitos desta categoria profissional.  As datas das próximas Assembleias serão divulgadas no site do Sinfarmig para que os interessados possam participar.

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig

Publicado em 20/12/17