04/12: Fenafar aprova Carta de São Paulo convocando entidades farmacêuticas a lutar por direitos

Notícias

 

 

A reunião do Conselho de Representantes da Fenafar, que contou com a participação de 22 sindicatos filiados à Federação, aprovou a Carta de São Paulo chamando às entidades farmacêuticas a se unirem em torno da luta pelos direitos da categoria, em defesa do Brasil e do movimento sindical. Leia na íntegra:

 

Carta de São Paulo

A Federação Nacional dos Farmacêuticos - Fenafar e os sindicatos filiados presentes na reunião do Conselho Representantes da Fenafar, em São Paulo, nos dias 02 e 03/12 realizaram intenso e coletivo debate sobre temas do cotidiano da profissão farmacêutica. Também esteve em pauta a conjuntura política, econômica e social, além das reformas adotadas no Congresso Nacional e do projeto político imposto no Brasil, tendo em vista seus impactos diretos no âmbito profissional farmacêutico.

Diante:

1. Da recém aprovada reforma trabalhista, que colocam em desvantagem as relações de trabalho entre os farmacêuticos e seus empregadores, prejudicando as condições de trabalho e a remuneração profissional;

2. Dos ataques à estrutura sindical contidos na Reforma Trabalhista, que fragilizam os sindicatos e a luta dos trabalhadores;

3. Da possibilidade de uma Reforma da Previdência tal qual proposta pelo Executivo:

4. Das recentes alterações nas políticas, protocolos e condutas de trabalho no Sistema Único de Saúde, promovidas de forma unilateral pelo ministério da saúde;

5. Dos ataques à Lei 13021/2014, através de projetos de lei, que prevêem a retirada da obrigatoriedade do farmacêutico das farmácias, trazendo mudanças drásticas à atuação profissional do farmacêutico e colocando em risco a saúde da população.

Dirigimos-nos às demais entidades da categoria farmacêutica, dos movimentos sindicais e sociais, bem como, ao conjunto de colegas em todo Brasil, para alertar todas e todos sobre as bruscas e preocupantes mudanças que ocorreram neste último período, como também as que estão por vir e que colocam em risco as perspectivas profissionais.

Temos que evitar retrocessos em nosso âmbito de atuação, visando à garantia da prestação de serviços e da atenção farmacêutica à população. Precisamos atuar unidos, de maneira organizada e coordenada, com o objetivo de articular ações conjuntas, para resistir ao atual cenário.

Neste sentido, é urgente a convocação imediata do Fórum de Valorização da Profissão Farmacêutica. A unidade e a mobilização são urgentes e necessárias para garantir conquistas obtidas e caminharmos para outros avanços.

Também é momento de reunir as mais variadas entidades da profissão farmacêutica para manifestar sua solidariedade à resistência do movimento sindical e se somarem à luta para garantir a existência da estrutura sindical. Conclamamos a todos que o papel fiscalizador e disciplinador do exercício profissional estejam aliados à defesa do trabalho farmacêutico.

A Fenafar e os sindicatos filiados colocam-se à disposição das demais entidades, e de toda sociedade para, desde já, estabelecermos diálogo, visando a construção de uma agenda de atividades e mobilizações.

Unidade Farmacêutica pela valorização profissional e da luta em defesa dos direitos. Juntos somos mais fortes!!

 São Paulo, 03 de dezembro de 2017.

Conselho de Representantes da Federação Nacional dos Farmacêuticos - Fenafar

Sindicato dos Farmacêuticos do Acre

Sindicato dos Farmacêuticos do Alagoas

Sindicato dos Farmacêuticos do Amazonas

Sindicato dos Farmacêuticos da Bahia

Sindicato dos Farmacêuticos do Ceará

Sindicato dos Farmacêuticos do Distrito Federal

Sindicato dos Farmacêuticos do Espírito Santo

Sindicato dos Farmacêuticos de Goiás

Sindicato dos Farmacêuticos do Maranhão

Sindicato dos Farmacêuticos do Mato Grosso

Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais

Sindicato dos Farmacêuticos da Paraíba

Sindicato dos Farmacêuticos do Paraná

Sindicato dos Farmacêuticos de Pernambuco

Sindicato dos Farmacêuticos do Piauí

Sindicato dos Farmacêuticos do Rio de Janeiro

Sindicato dos Farmacêuticos do Rio Grande do Norte

Sindicato dos Farmacêuticos do Rio Grande do Sul

Sindicato dos Farmacêuticos de Roraima

Sindicato dos Farmacêuticos de Santa Catarina

Sindicato dos Farmacêuticos de São Paulo

Sindicato dos Farmacêuticos de Sergipe

 

 

Fonte: Fenafar

Publicado em 04/12/17