21/06: Ofícios encaminhados pelo Sinfarmig a Buritizeiro pedem reconhecimento para farmacêuticos

Notícias

 

 

 

Depois do ofício encaminhado ao município de Nazareno, o Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais – Sinfarmig voltou a oficiar. Desta vez, o documento foi direcionado à Prefeitura de Buritizeiro e ao hospital da cidade. Em ambos os casos a entidade sindical pede o reconhecimento aos farmacêuticos que atuam na localidade. 

Ao tomar conhecimento do salário pago aos profissionais bem abaixo do valor praticado pelas 40 horas semanais, o Sindicato solicitou a administração municipal e também ao corpo do hospital que sejam feitos os devidos ajustes para contemplar os profissionais. 

A partir do reconhecimento que sinaliza a importância do trabalho do Farmacêutico no município, o Sinfarmig solicitou a correção da defasagem salarial destes profissionais para que eles tenham condições dignas de desempenhar suas atividades.

A entidade sindical alegou que são estes profissionais que possuem conhecimento técnico e estão legalmente habilitados a desempenhar ações relativas à implementação e execução das atividades farmacêuticas na esfera de gestão. Outra alegação é que o farmacêutico é imprescindível aos serviços de saúde, porque atua em diversas atividades importantes que inclusive possibilitam aos municípios receberem recursos financeiros do Ministério da Saúde e da Secretaria Estadual de Saúde – SES/MG.

O ofício esclareceu que para o bom desempenho das suas responsabilidades profissionais, é direito do farmacêutico receber remuneração condizente  com os compromissos assumidos. Em razão disto, o Sinfarmig sugeriu que na ausência um Piso Salarial Nacional para a categoria farmacêutica a orientação dada aos empregadores públicos é que, caso não haja remuneração maior, seja aplicado o Piso Salarial estabelecido em Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) para a maioria dos farmacêuticos no Estado e que é atualmente de R$ 3.923,62 para uma jornada de 40 horas semanais.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig

Publicado em 21/06/17