“Este reconhecimento é fruto de um trabalho coletivo, persistente, em defesa não somente da profissão e da categoria, mas de uma saúde pública de qualidade. Foi assim que o diretor do Sinfarmig Rilke Novato explicou a importância de ser agraciado com a Medalha da Inconfidência. A homenagem foi prestada dia 21/04, feriado de Tiradentes, no Centro de Artes e Convenções da UFOP, em Ouro Preto. 

 

Na opinião de Rilke a medalha simboliza a trajetória de mais de três décadas atuando na defesa dos direitos dos farmacêuticos e da sociedade por mais acesso à Assistência Farmacêutica de qualidade, assim como a saúde pública universal e o Sistema Único de Saúde – SUS. “São anos de luta pela qualidade do ensino farmacêutico, por salários mais dignos e melhores condições de trabalho, pela inclusão da categoria nos concursos públicos, enfim, pelo fortalecimento e por mais conquistas para os farmacêuticos”. A Medalha da Inconfidência é a mais alta comenda concedida pelo Governo de Minas a personalidades que se destacam na prestação de serviços ao Estado.

 

Segundo ele, a homenagem vem num momento em que o trabalhador em geral e especialmente os farmacêuticos estão fragilizada por causa da reforma trabalhista imposta pelo governo Temer. “Logo precisaremos ocupar todas as instâncias e trincheiras possíveis para resgatar os direitos que estamos perdendo. Portanto, convocamos todos para engrossarem as fileiras desta luta”. Rilke também é vice-presidente da Federação Nacional dos Farmacêuticos (Fenafar) e  Superintendente de Vigilância Sanitária do Estado de Minas. Ele formou em Farmácia pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), é Mestre em Saúde Pública pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e pós-graduado em Saúde Pública com Ênfase em Vigilância Sanitária pela Escola de Saúde Pública de Minas Gerais (ESP/-MG). 

 

A condecoração foi criada em 1952, durante o governo de Juscelino Kubitschek e a escolha dos homenageados é definida por um conselho permanente, formado por comandantes de vários órgãos dos três Poderes estaduais, além de universidades e outras instituições.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig

 

Publicada em 23/04/18

 

 

 

 

O Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais – Sinfarmig, na luta em defesa dos interesses da categoria, acaba de enviar ofício para a Fundação de Ensino de Contagem - Funec após tomar conhecimento do edital 01/18 do Processo Seletivo Simplificado destinado ao seu quadro de pessoal.

 

O Sinfarmig solicitou a correção do edital que não contempla farmacêuticos entre os profissionais habilitados para realizar o processo seletivo para professor de Educação Básica em Análises clínicas. “Causou surpresa à comunidade farmacêutica mineira (profissionais e entidades) constatar que os farmacêuticos, profissionais com formação superior, capacitação técnica e legalmente habilitados a pleitearem inscrição para o referido processo seletivo”.

 

O ofício argumentou que a condição técnico-legal que respalda o profissional como professor nas áreas das Análises Clínicas está amplamente assegurada na legislação e em sua formação vigentes. O documento destacou que a graduação dos farmacêuticos possui absolutamente todos os conhecimentos exigidos no edital para o cargo.

 

A entidade sindical alertou a que em função de toda a formação e qualificação, os farmacêuticos possuem “incontestável competência técnico-legal” e  em função deste direito líquido e certo o profissional possa pleitear a condição de se inscrever no processo seletivo. Na solicitação o Sinfarmig recomenda o quanto antes, a inclusão dos farmacêuticos no quadro de vagas para corrigir em tempo este tratamento injusto a este profissional e à profissão farmacêutica como um todo.

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig

 

Publicado em 23/04/18

 

 

 

 

 

 

Campanha Salarial 2018 – Farmácias, Drogarias e Distribuidoras

 

Os farmacêuticos que ainda não acreditavam numa piora das condições e nas relações de trabalho após a Reforma Trabalhista precisam saber o quanto o cenário ainda promete retroceder. Pelo menos foi o que ficou claro na primeira reunião de negociação coletiva dos farmacêuticos de farmácias, drogarias e distribuidoras que foi realizada dia 17/04, na sede da Fecomércio.

O deboche e o desrespeito do Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos de Minas Gerais- Sincofarma/MG deixaram óbvias as intenções dos patrões, que ignoraram a pauta de reivindicações aprovada pelo Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais – Sinfarmig e apresentaram uma lista de horrores em substituição. A proposta patronal foi considerada pelo departamento jurídico do Sinfarmig como o maior retrocesso já visto na história das mesas de negociação do Sindicato. 

Isso porque os patrões fizeram uma “nova” proposta absurda de Convenção Coletiva de Trabalho – CCT piorando e excluindo  conquistas já consagradas. As maiores aberrações foram sentidas nas cláusulas referentes ao pagamento de férias (que passaria a ser dividida em até 12 vezes), na Lei do aviso prévio (que favoreceria somente ao empregador), no repouso semanal (que o farmacêutico passaria a trabalhar todos os domingos do mês), no adicional noturno, na implantação do trabalho intermitente (situação em que o empregado ficaria sempre a disposição do empregador, mas só receberia os dias ou horas trabalhadas e caso se recusasse o regime poderia sofrer sanções), além da mudança na jornada de trabalho para 12x36, entre outras.

O Sinfarmig resolveu disponibilizar a série de propostas do sindicato patronal para que cada farmacêutico possa apreciar detalhadamente o conteúdo. Lembrando que hoje este apanhado tem status de proposta, mas pode se tornar realidade com o fim do Sinfarmig, quando cada profissional terá sozinho que impedir o avanço da fúria do empregador. “A proposta não só é perversa porque aproveita o respaldo da Reforma Trabalhista para ampliar o arrocho ao farmacêutico, mas também é desrespeitosa porque desqualifica e menospreza o papel do profissional na atenção farmacêutica”, Junia Lélis.

O Sincofarma já vinha sinalizando o ataque aos farmacêuticos nos últimos anos, contudo, o ponto culminante foi entregar esta proposta já no início das negociações deste ano. Os profissionais podem conferir abaixo o que a entidade patronal oferece aos farmacêuticos de farmácias, drogarias e distribuidoras. 

O Sinfarmig apela a todos os farmacêuticos para que se sensibilizem e se unam em favor da negociação coletiva visando à permanência dos direitos conquistados e a garantia de avanços. A experiência de mais de 35 anos de trabalho mostra que somente juntos podemos mudar qualquer quadro em nosso favor. A hora é de sindicalizar, rever a posição sobre a contribuição sindical e fortalecer a entidade! Confira a proposta do Sincofarma na íntegra abaixo:

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig

Publicada em 19/04/18

 

     

    

    

    

    

    

  

 

 

 

 

 

 

Campanha salarial 2018 - Farmacêuticos de Transportadoras

 

 

O Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais - Sinfarmig acaba de protocolar a pauta de reivindicações dos farmacêuticos que atuam em transportadoras. O documento foi elaborado e aprovado pela categoria em Assembleia Geral Extraordinária realizada no dia 17/04 com a participação dos profissionais.

Além da construção da pauta, os farmacêuticos presentes tiraram dúvidas sobre a Resolução SES Nº 5815 DE 18/07/2017 com o Superintendente Estadual de Vigilância Sanitária, Rilke Novato. A resolução estabelece requisitos mínimos para o cumprimento das boas práticas de fracionamento, armazenamento, distribuição e transporte de produtos sob controle sanitário e seus insumos, exceto alimentos, no âmbito do Estado de Minas Gerais.

O diretor explicou que este ramo de atividade é muito importante e  vem crescendo muito, principalmente depois que se tornou obrigatória a presença do farmacêutico como responsável técnico nos quadros das empresas que realizam o transporte terrestre, ferroviário, aéreo e fluvial de medicamentos e insumos farmacêuticos. “É uma conquista para a nossa classe, pois o setor de transporte é uma parte da cadeia produtiva de material farmacêutico e possui grande relevância para a qualidade e integridade dos produtos”, ressaltou.

No entendimento do diretor do Sinfarmig, Denison Silveira, mais do que nunca somente com  mobilização,  união e  participação efetiva será possível realizar as  negociações coletivas este ano. O Sinfarmig aguarda a sinalização do Sindicato das Empresas de Transporte de Carga do Estado de Minas Gerais – Setcemg para início da rodada de negociações 2018. 

 

Fonte: Assesssoria de Comunicação Sinfarmig

Publicada em 19/04/18

 

 

 

 

Com a preocupação de levar informação e orientação à comunidade, a Liga Acadêmica de Farmácia Clínica (LAFarC) da Universidade Federal de São João Del-Rei realizará no dia 05/05, das 8h30 às 11h30, o evento: “Como anda sua pressão arterial?’’. 

 A atividade, que possui apoio institucional do Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais – Sinfarmig  será realizada na Praça da Catedral, em Divinópolis, para lembrar o Dia Nacional de Prevenção e Combate a Hipertensão. 

A ação deseja conscientizar a população à cerca dos riscos da hipertensão arterial, do uso racional de medicamentos, além de capacitar e estimular à prática junto a comunidade aos integrantes da LAFarC. 

Segundo o Diretor Científico da Liga Acadêmica de Farmácia Clínica – UFSJ, Ricardo Augusto dos Santos  Silva, o objetivo da ação é evidenciar o papel do farmacêutico na sociedade, assim como tornar os profissionais mais capacitados e humanos. 

Na atividade haverá atendimento à população divinopolitana com a prestação de serviços  como verificação de pressão arterial, orientação sobre armazenamento, descarte correto de medicamentos, a respeito de plantas medicinais, seus potenciais efeitos e também sobre hipertensão arterial e controle.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig/Informações LAFarC

Publicado em 20/04/18

 

 

 

 

 

O diretor do Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais - Sinfarmig, Rilke Novato Públio, receberá no próximo dia 21/04, feriado de Tiradentes, às 9h, no Centro de Artes e Convenções da UFOP, em Ouro Preto, a Medalha da Inconfidência. Esta é a mais alta comenda concedida pelo Governo de Minas a personalidades que contribuem para a projeção do Estado.

 

Rilke Novato atua na luta pelos direitos da profissão farmacêutica há mais de 25 anos assim como na construção de uma saúde pública digna. Ele é diretor da Federação Nacional dos Farmacêuticos – Fenafar e Superintendente de Vigilância Sanitária do Estado. 

 

A condecoração foi criada em 1952, durante o governo de Juscelino Kubitschek para homenagear personalidades que se destacam na prestação de serviços ao Estado. A escolha dos homenageados é definida por um conselho permanente, formado por comandantes de vários órgãos dos três Poderes estaduais, além de universidades e outras instituições.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig

 

Publicada em 19/04/18

 

 

 

 

 

Em reconhecimento ao importante intercâmbio cultural de experiências na rotina profissional, o Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais – Sinfarmig convida a categoria a participar da web conferência que será ministrada pela International Pharmaceutical Federation (FIP). 

O evento “Vacinação e atuação dos farmacêuticos em Portugal, Inglaterra e Austrália - compartilhando responsabilidades sobre as necessidades de saúde” é o título da palestra do dia 27/04, a partir das 10h, que será disponibilizada pela Federação Internacional para os países de língua portuguesa. A Conferência vai atribuir certificado aos profissionais que se inscreverem pelo http://bit.ly/SeminarioSAPS e participarem da apresentação.

A diretora da Federação Nacional de Farmacêuticos – Fenafar, Silvana Nair Leite, que será a moderadora do evento ressaltou que é muito importante somar um grande número de acessos no Brasil para estimular outras web conferências como esta no país.

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig

Publicada em 17/04/18

 

Mais Artigos...