A jornada de trabalho dos farmacêuticos de transportadoras que está gerando questionamento por parte das entidades patronais foi o tema principal da reunião que aconteceu na manhã desta segunda-feira, 21/05, entre o diretor do Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais – Sinfarmig e Superintendente da Vigilância Sanitária Estadual, Rilke Novato Públio e a diretoria do Conselho Regional de Farmácia de Minas Gerais – CRF/MG. 

A nova Resolução da SES/MG, 5815/2017 sobre a atividade do farmacêutico em transportadoras prevista pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF) exige assistência profissional qualificada para a verificação e os controles necessários dos medicamentos. 

Este segmento tem demonstrado grande importância e vem se destacando pelo crescimento. Prova disso é que a presença do farmacêutico como responsável técnico tornou-se obrigatória. O profissional  é habilitado nos quadros das empresas que realizam o transporte terrestre, ferroviário, aéreo e fluvial de medicamentos e insumos farmacêuticos. 

Para Rilke Novato trata-se de uma conquista para os profissionais já que o setor de transportes é uma parte da cadeia produtiva de produtos farmacêuticos. “É uma função de grande importância porque garante a qualidade e a integridade dos medicamentos”, afirmou. 

O Sinfarmig está em plena campanha salarial com o Sindicato das Empresas de Transportes de Carga do Estado de Minas Gerais – SETCEMG e vem insistindo sobre a importância da existência de uma Convenção Coletiva de Trabalho - CCT para os farmacêuticos que atuam no segmento. No dia 16/05, o Sinfarmig foi informado que as negociações estão suspensas até que se resolvam os impasses das transportadoras com o CRF/MG.

Na reunião desta segunda, o Conselho aprovou encaminhamento se comprometendo a realizar um fórum sobre o tema, além de cartilhas e capacitações abordando  os requisitos mínimos de qualidade para o transporte de medicamentos. Foto:CRFMG

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig/Informações CRFMG

Publicada em 21/05/18

 

 

 

 

A Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) negociada em 2017 entre o Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais – Sinfarmig e o Sindicato dos Laboratórios de Patologia, Pesquisa e Análises Clínicas de Minas Gerais – Sindlab possui validade de dois anos com atualização nas cláusulas econômicas. 

No ano passado foi concedido um reajuste de 5,08% retroativo a 1º de maio, data-base da categoria. Em 2018 o reajuste para os farmacêuticos analistas clínicos será de 2,68% correspondente à variação acumulada do IPCA, relativo às perdas salariais verificadas no período de 01.05.2017 a 30.04.2018  

Sobre o vale refeição ficou acertado que os farmacêuticos receberão mensalmente 22 “tickets” refeições ou vale alimentação, no valor unitário, equivalente a R$17,07 (+ 2,68% = 17,52 para profissionais que atuam em empresas de Belo Horizonte e de R$13,65 (+ 2,68% = 14,02) para quem trabalha nas cidades do interior do Estado.

Também houve acordo na cláusula que trata da Responsabilidade Técnica (RT). Ficou determinado que em caso de haver mais de um profissional farmacêutico vinculado à empresa, o RT receberá um adicional mensal correspondente a 12% sobre o salário-base percebido, independentemente de quaisquer gratificações de chefia.

Ainda segundo a Convenção, as horas extras serão remuneradas com acréscimo de 75% sobre a normal. Àquelas horas trabalhadas aos domingos e feriados serão pagas com acréscimo de 100%. Os profissionais que atuarem no período noturno receberão adicional de 50%, considerando horário noturno das 22 às 6 horas da manhã seguinte. Havendo prorrogação serão aplicadas as disposições da súmula n. 60/TST. 

Os farmacêuticos analistas clínicos também terão abonadas suas faltas em número de até cinco dias úteis por ano, para participar de congressos, reuniões, simpósios e encontros técnicos. Incluída nesses dias a capacitação técnica de interesse do empregador, desde que pré-avisado o empregador com antecedência mínima de 30 dias e comprovado o comparecimento com atestado de presença no evento ou certificado.

Os profissionais que estiverem em condições de trabalho em desacordo com a CCT devem denunciar. Para isso basta procurar o Sinfarmig para que sejam tomadas as providências cabíveis junto ao Ministério Público do Trabalho (MPT), Conselho Regional de Farmácia (CRF/MG) e ao Sindicato dos Laboratórios de Patologia, Pesquisa e Análises Clinicas de Minas Gerais – Sindlab. A CCT homologada pelo Ministério do Trabalho e Emprego (TEM) tem força de “Lei” e deve ser cumprida na íntegra. A Convenção está disponível no site www.sinfarmig.org.br

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig

Publicada em 18/05/18

 

 

 

 

 

Campanha Salarial 2018 – Farmácias, Drogarias e Distribuidoras

 

 

Os farmacêuticos que atuam em farmácias, drogarias e distribuidoras em Minas Gerais  têm mais uma data importante no calendário de lutas. No dia 05/06, às 10h30, na sede do Fecomércio haverá nova rodada de negociações em torno da campanha salarial 2018. 

o Sindicato dos Farmacêuticos do Estado de Minas Gerais - Sinfarmig começou a negociação coletiva com o Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos de Minas Gerais - Sincofarma/MG dia 17/04. A entidade patronal ofereceu como proposta de reajuste salarial de 1,81% correspondente ao INPC acumulado no período de 1º de março de 2017 até 28 de fevereiro de 2018.

Na ocasião, a diretoria da entidade sindical argumentou sobre a necessidade de ganho real para os farmacêuticos já que o percentual oferecido somente faria a reposição das perdas inflacionárias. 

Para respaldar a alegação da crise, o Sinfarmig mostrou dados da Abrafarma que conta com 26 associados e movimentação financeira de aproximadamente R$ 40,39 bilhões em 2017.

Os números indicaram um crescimento de 8,84% em relação ao ano anterior, que registrou o total de R$ 39,46 bilhões. O estudo revelou ainda que para 2018, a expectativa é a de incremento superior a 10% nas vendas.

Na luta por mais avanços na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), o Sinfarmig insiste no Piso Salarial, além do ganho real. Por isto, a nova reunião é fundamental para manter o diálogo e tentar negociar outros pontos da pauta que foram apresentados aos patrões 

A entidade sindical deseja a categoria mobilizada e participando de todo o processo de negociação coletiva. “Mais do que nunca, nossas conquistas dependem diretamente do envolvimento e da adesão dos farmacêuticos à Campanha” reafirmou a diretora Júnia Lelis. 

 

 

Serviço:

Segunda reunião de Farmácias, Drogarias e Distribuidoras – CCT 2018

Data: 05/06/2018

Horário: 10h30

Local: Fecomércio (Rua Curitiba, 561 - Centro - BH/MG)

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig

 

Publicada em 17/05/18

 

 

 

 

A remuneração muito baixa e não condizente com a responsabilidade dos profissionais foi a motivação para o Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais – Sinfarmig encaminhar mais dois ofícios nesta sexta-feira, 27/04. O alvo das correspondências esta vez foram as prefeituras de Buenópolis e Bocaina de Minas que praticam salários muito defasados para a categoria nos municípios. 

 

A correspondência recomenda aos prefeitos das cidades que façam as adequações visando reconhecer a atividade profissional dos farmacêuticos e garanta condições dignas para que eles possam desenvolver suas atividades.

 

O Sinfarmig argumenta no ofício que o profissional é imprescindível aos serviços de saúde, assumindo diversas atividades inclusive ações que possibilitam os municípios receberem recursos financeiros do Ministério da Saúde e da Secretaria Estadual de Saúde – SES/MG. 

 

O documento exalta a  responsabilidade do farmacêutico com todo o ciclo do medicamento em um município, da seleção à dispensação a pacientes/usuários, além do profissional responder ética, civil e criminalmente por todo ato inerente á assistência farmacêutica.

 

A entidade sindical defende que “para o bom desempenho das suas responsabilidades profissionais, é direito do farmacêutico perceber remuneração condizente às responsabilidades e deveres profissionais assumidos”. O Sinfarmig reforça a importância dos avanços no campo da Assistência Farmacêutica no município e aposta na busca de uma política de saúde pública que traga cada dia mais benefícios à população.

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig 

 

Publicado em 27/04/18 

 

 

 

 

O Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais – Sinfarmig aguarda uma resposta da Superintendência de Assistência Farmacêutica – SAF da Secretaria de Saúde de Minas Gerais – SES/MG para a questão do atraso do repasse quadrimestral do incentivo farmacêutico referente ao Programa Farmácia de Todos.

A entidade vem recebendo muitos questionamentos de profissionais a respeito da demora do benefício e para buscar respostas diretas encaminhou correspondência ao Estado cobrando um posicionamento urgente para a situação. 

O Incentivo farmacêutico esteve na pauta do Sinfarmig durante todo o ano de 2017 quando foram realizadas diversas reuniões com a SAF e com o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde – Cosems. O assunto foi debatido pelas entidades a fim de encontrar solução para a complementação dos salários dos profissionais, que é vinculada ao Programa Farmácia de Todos da SES-MG. 

A falta do repasse do incentivo farmacêutico e os baixos salários desproporcionais às grandes responsabilidades das atividades são preocupações constantes para a entidade sindical. O envolvimento do Sinfarmig com o assunto é tal que motivou um levantamento de informações sobre a remuneração dos farmacêuticos em Minas. A contribuição da diretoria do Sindicato resultou na atualização dos dados do SAF, no alinhamento entre a destinação do recurso disponibilizado pela SES-MG e a utilização dada pelos municípios no trabalho de valorização do farmacêutico na execução do Programa.  

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig

Publicado em 17/05/18

 

 

 

 

 

Campanha Salarial 2018 – Farmácia Hospitalar

 

A pauta de reivindicações dos farmacêuticos que atuam no setor de farmácia hospitalar foi aprovada na Assembleia Geral Extraordinária realizada pelo Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais - Sinfarmig no dia 15/05, na sede da entidade sindical. 

 

No dia seguinte, o Sinfarmig protocolou o documento no Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Casas de Saúde do Estado de Minas Gerais (Sindhomg) para iniciar efetivamente as negociações coletivas da Campanha salarial de 2018 para o segmento.

 

No ato de entrega da pauta de reivindicação ao sindicato patronal, o Sinfarmig reiterou o pedido de urgência na marcação da primeira reunião a fim de começar a discutir as cláusulas respeitando a data-base da categoria.  

 

O Sinfarmig aguarda o retorno dos empregadores, convoca todos os farmacêuticos hospitalares para entrarem na Campanha e participarem das reuniões e de todo processo de mobilização necessária para obter uma Convenção Coletiva de Trabalho mais digna. 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig

Publicada em 17/05/18

 

 

 

 

 

É com muito pesar que o Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais – Sinfarmig comunica aos profissionais que a partir da quarta-feira, 02/05, a sede deverá funcionar em horário ainda mais reduzido das 8 às 12h por tempo indeterminado. Esta iniciativa foi necessária para promover uma diminuição ainda maior dos custos da entidade que passa por um período severo de queda de arrecadação. 

 

 

A diretoria do Sinfarmig confia no desejo de união dos farmacêuticos neste momento para especial fortalecimento da categoria.  “Contamos agora com a sindicalização dos farmacêuticos que ainda desejam que a entidade sindical os represente na defesa dos seus direitos e na manutenção de conquistas. Estamos certos de que todos reconhecem a importância do sindicato, principalmente, neste momento em que iniciamos as campanhas salariais da categoria”.

 

Sindicalize-se, agora só falta você! Clique aqui... http://www.sinfarmig.org.br/anuidade-social.html

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig

Publicado em 27/04/18

 

Mais Artigos...