O Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais – Sinfarmig acredita que a 14ª edição do Congresso de Farmácia e Bioquímica de Minas Gerais foi um momento especial de reflexão e debate sobre temas relevantes para os profissionais da área. O evento reuniu um público acima do esperado e contou com um grupo qualificado de congressistas. Foram três dias de palestras sobre temas diversificados da área de saúde. 

O Congresso que já é tradicional no calendário de eventos dos profissionais farmacêuticos de todo o país se destacou pela programação científica e pelos debates. Com destaque para o eixo central do Congresso que exalta a importância do acompanhamento do farmacêutico na atenção à saúde e ao bem estar do paciente no uso do medicamento. Tema que está em sintonia com momento da categoria após a aprovação da lei 13021/2014 que trata da farmácia como um estabelecimento de prestação de serviços de saúde.

Entre os dias 10 e 12 de agosto, o Minascentro, em Belo Horizonte foi palco deste ambiente de discussões, mesas redondas e apresentação de trabalhos que em muito contribuíram para a qualificação da categoria. Um dos momentos mais relevantes para os profissionais da área de Farmácia Clínica e Farmácia Comunitária foi a mesa redonda "Aplicação de vacinas em farmácias e drogarias", ministrada pelo superintendente da Vigilância Sanitária Estadual, Rilke Públio Novato, e pela representante da Anvisa, Tatiane de Almeida Jubé, além da Coordenadora Estadual do programa de Imunização, a Enfermeira Sanitarista, Eva Lidia. 

As abordagens permitiram trazer luz à importância da contribuição do segmento dos estabelecimentos farmacêuticos no processo de ampliação da imunização da população. A cobertura vacinal é uma das demandas da pauta em nosso país. A cada ano, em razão desta baixa cobertura são registrados vários óbitos provocados por falta de acesso a estas vacinas.  

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig

Publicada em 21/08/17 

Foto: Arquivo CRF/MG

 

 

Campanha salarial 2017 - Farmacêuticos de Transportadoras

 

O Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais - Sinfarmig participará no dia, 06/09, às 9h, na Avenida Antonio Abrahão Caran, 728 – Bairro São José, da primeira reunião de negociação coletiva dos farmacêuticos que atuam em transportadoras com sindicato patronal. A reunião anteriormente agendada para dia 22/08 teve de ser adiada em função de compromissos do Sindicato das Empresas de Transportes de Carga do Estado de Minas Gerais – Setcemg.

A pauta de reivindicações foi elaborada e aprovada pela categoria em Assembleia Geral Extraordinária realizada no mês de maio. Entretanto, o sindicato patronal só sinalizou com o início das negociações nesta semana. A expectativa da categoria é criar a primeira Convenção Coletiva de Trabalho – CCT para os farmacêuticos que atuam neste segmento.

Para democratizar a pauta de reivindicações, no período que antecedeu a campanha salarial o Sinfarmig envolveu os profissionais e criou um canal de comunicação on-line para receber sugestões de reivindicações de caráter coletivo da categoria.

O segmento vem se destacando e sendo ampliado após a obrigatoriedade da presença do  farmacêutico como responsável técnico habilitado nos quadros das empresas que realizam o transporte terrestre, ferroviário, aéreo e fluvial de medicamentos e insumos farmacêuticos. 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig

Publicada em 21/08/17

 

 

 

A 1ª Conferência Nacional de Vigilância em Saúde (CNVS) será realizada entre os dias 21 e 24 de novembro de 2017 em Brasília e a boa notícia é que já está no ar um site recheado de informações. O evento pretende intensificar o debate em defesa do Sistema Único de Saúde (SUS) e propor diretrizes para a construção de uma Política Nacional de Vigilância em Saúde.

 

Nesta primeira edição da CNVS o tema central será “Vigilância em Saúde: Direito, Conquistas e Defesa de um SUS Público de Qualidade”. As discussões serão em torno de um eixo principal para tratar do direito a proteção e promoção da saúde dos brasileiros. Além dos desdobramentos em quatro subeixos, sendo eles: O Lugar da Vigilância em Saúde no SUS; Responsabilidades do Estado e dos governos com a vigilância em saúde; Saberes, Práticas, processos de trabalhos e tecnologias na vigilância em saúde; Vigilância em saúde participativa e democrática para enfrentamento das iniquidades sociais em saúde.

 

As etapas municipais e macrorregionais serão realizadas até o dia 31 de agosto e as etapas estaduais de 1º de setembro a 21 de outubro. Também poderão ser realizadas conferências livres até o dia 21 de outubro. Confira mais informações no site www.cnvs.org.br

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig

Publicada em 18/08/17

 

 

 

Campanha salarial 2017 - Farmacêuticos de Transportadoras

 

O Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais - Sinfarmig participará na próxima terça-feira, 22/08, às 14h, na Avenida Antonio Abrahão Caram, 728, bairro São José, da primeira reunião de negociação coletiva dos farmacêuticos que atuam em transportadoras com entidade patronal. 

A pauta de reivindicações foi elaborada e aprovada pela categoria em Assembleia Geral Extraordinária realizada no mês de maio. Mas só esta semana o Sindicato das Empresas de Transportes de Carga do Estado de Minas Gerais - Setcemg sinalizou com a data da reunião que deverá criar a primeira Convenção Coletiva de Trabalho – CCT para os farmacêuticos que atuam neste segmento.

Para elaborar a pauta, o Sinfarmig envolveu os profissionais e criou um canal de comunicação on-line para receber sugestões de reivindicações de caráter coletivo da categoria que se encaixassem na CCT.

A intenção era democratizar a pauta de reivindicações e melhorar a interação com os farmacêuticos. Para o Sinfarmig, o ramo de atividade é muito importante e  tem crescido muito principalmente após ter se tornado obrigatória a presença do farmacêutico como responsável técnico habilitado nos quadros das empresas que realizam o transporte terrestre, ferroviário, aéreo e fluvial de medicamentos e insumos farmacêuticos. 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig

Publicada em 17/08/17

 

 

 

A remuneração muito abaixo do Piso Salarial é o principal motivo para o Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais – Sinfarmig enviar todos os ofícios que tem mandado para administrações municipais nos últimos meses. Um dos últimos documentos encaminhados pela entidade sindical foi direcionado à Prefeitura Municipal de Itutinga. 

 

Ao tomar conhecimento do salário pago aos farmacêuticos na cidade, o Sinfarmig enviou a correspondência ao prefeito Fabiano Ribeiro do Vale solicitando a adequação. O Sinfarmig solicitou o reconhecimento da atividade profissional e garantia das condições dignas para desenvolvimento das atividades

 

De acordo com o Sindicato, os profissionais da área vêm sendo convocados a desempenhar cada vez mais atividades que exigem mais responsabilidade e dedicação. A realidade da Assistência Farmacêutica é um aumento do seu campo de atuação e também das ações no âmbito do Sistema Único de Saúde – SUS.  

 

Não havendo um Piso Salarial Nacional, a sugestão do Sinfarmig é que os municípios utilizem como referência o Piso Salarial estabelecido em Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) que atualmente é de R$ 3. 923,62 para uma jornada de 40 horas semanais e é praticado para a maioria dos farmacêuticos no Estado. 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig 

 

Publicado em 21/08/17

 

 

 

Um ofício encaminhado à Prefeitura Municipal de Tiradentes pediu a correção da defasagem salarial do farmacêutico e a valorização da atividade profissional com garantia de condições dignas para desempenho da função. Este foi o documento enviado pelo Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais – Sinfarmig ao prefeito municipal de uma das principais cidades históricas de Minas. 

 

Para a entidade sindical, a Assistência Farmacêutica vem aumentando o seu campo de atuação e desempenha uma série de atividades fundamentais no Sistema Único de Saúde – SUS. Segundo o Sinfarmig o profissional vem sendo convocado a atuar em diversas frentes, inclusive aquelas que viabilizam recursos financeiros para os municípios oriundos tanto do Ministério da Saúde quanto da Secretaria Estadual de Saúde – SES/MG.  

 

No ofício, o Sindicato solicita providências para a reparação do salário praticado no município que se encontra muito abaixo do Piso Salarial estabelecido em Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) que atualmente é de R$ 3. 923,62 para uma jornada de 40 horas semanais e é praticado para a  maioria dos farmacêuticos no Estado. Embora não haja um Piso Salarial Nacional para a categoria, o Sinfarmig orienta os empregadores públicos a usar esta referência caso não possa praticar uma remuneração maior. 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig 

 

Publicado em 18/08/17

 

 

 

 

 

A diretora do Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais – Sinfarmig, Christianne Jácome, representou a entidade na comissão de revisão do regulamento da Mesa Permanente de Negociação SUS de Contagem. Na reunião, realizada no dia 14/08, o Sindicato apresentou carta de intenção solicitando a participação na nova composição da Mesa.

 

 

A Comissão conta com representantes do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde (Sindsaúde), do Sindicato dos Médicos de Minas Gerais (Sinmed), do Sindicato dos Odontologistas de Minas Gerais (SOMGE) e do Sindicato dos Servidores Públicos de Contagem (Sindiscon) além do Sinfarmig.

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig

Publicada em 17/08/17

 

Mais Artigos...