O Sinfarmig se reuniu na manhã desta quarta-feira, 25/10, com a direção do Hospital Metropolitano Doutor Célio de Castro, o Hospital do Barreiro, para dar início a negociações que podem resultar num acordo coletivo para os farmacêuticos da instituição de saúde. 

 

O Hospital do Barreiro já firmou acordo com trabalhadores do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de BH e Região – Sindeess concedendo reajuste 4,7% tendo como data-base o mês de abril. E sinalizou que poderia estender o mesmo percentual aos farmacêuticos hospitalares e de análises clínicas da casa.  

 

O Sinfarmig aposta no avanço das negociações com o Hospital do Barreiro que iniciaram em 2016. O diretor do Sinfarmig, Rilke Novato, disse que vai aguardar a proposta formal da instituição de saúde para agendar reunião com a categoria a fim de dialogar e obter uma posição que será levada ao hospital.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sinfarmig

Publicada em 25/10/17

 

 

 

A farmacêutica sindicalizada, Fernanda Oliveira Freitas, é a ganhadora da bolsa integral para o curso de especialização em Atenção Farmacêutica e Farmácia Clínica oferecido pelo IPOG. O sorteio foi possível a partir de um convênio entre o Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais – Sinfarmig e a instituição. A parceria permitiu ainda que todos os sindicalizados tivessem desconto de R$160,00 nas matrículas do curso.

A previsão é de que as aulas da Pós iniciem no dia 08/12 com duração de 20 meses. O curso voltado exclusivamente para graduados em Farmácia tem como objetivo fornecer conhecimentos e desenvolver habilidades plenas para que o profissional atue com foco no usuário do medicamento e alcance os resultados positivos com o tratamento. 

Quem se especializar poderá trabalhar em empresas privadas e órgãos públicos, no âmbito da farmácia e drogaria, farmácia hospitalar e unidades básicas de saúde. A Pós-Graduação pretende prepará-los também para os serviços de atendimento ao consumidor de indústrias farmacêuticas, em programas de farmacovigilância, de desenvolvimento de medicamentos genéricos, de monitoração terapêutica em hospitais e laboratórios de análises clínicas, além de programas de segmento de pacientes.

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig

Publicada em 25/10/17

 

 

 

Medicalização da vida: teoria e prática é o tema do Seminário que será realizado no próximo dia 10/11, às 18h30, no auditório Professor Luiz Bicalho na Fafich, campus da UFMG. O evento é uma das ações do Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade de Belo Horizonte e Região Metropolitana que foi reativado e aposta numa série de atividades para incrementar o debate sobre o fenômeno. 

O Fórum tem parceria do Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais – Sinfarmig, do Conselho Regional de Psicologia de Minas Gerais – CRP/MG e do Conselho Regional de Fonoaudiologia – Crefono e apoio da Fafich UFMG e da Livraria do Psicólogo. 

Na abertura do Seminário haverá uma apresentação sobre o Núcleo BH e região metropolitana do Fórum seguida de uma Conferência sobre O Significado do Uso do Medicamento na Vida Cotidiana, com a professora  Agnes Filardi. Na programação, a mesa redonda Medicalização: debate teórico e relatos de experiências entre profissionais de diferentes áreas que abrirá para a participação da platéia. O evento é gratuito e as inscrições podem ser feitas pelo Sympla com vagas limitadas. 

 

Serviço:  

Seminário Medicalização da vida: teoria e prática 

Data: 10/11

Horário:  18h30

Local:  Fafich - UFMG

Inscrições: Sympla

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig

Publicado em 24/10/17

 

 

 

O diretor do Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais – Sinfarmig, Rilke Novato, participou do 3° Encontro Sul, Sudeste e Centro-Oeste dos Sindicatos de Farmacêuticos, abordando a Vigilância em Saúde. O evento foi realizado pela Federação Nacional dos Farmacêuticos – Fenafar, em Brasília neste último final de semana. 

Ele reafirmou a importância da efetiva garantia do direito à saúde e da construção de um Sistema Único de Saúde – SUS, universal, público e de qualidade. Rilke Novato afirmou que “é necessário considerar o cenário de determinação social da saúde em seus respectivos territórios, cenário este mediado pela atual conjuntura política por que passa o país”.

O diretor do Sinfarmig relatou os eixos temáticos que compuseram a Conferência Estadual de Vigilância em Saúde realizada em Minas no mês passado.  Ele ressaltou O Lugar da Vigilância em Saúde no SUS;  Responsabilidades do Estado e dos governos com a vigilância em saúde;  Saberes, Práticas, processos de trabalhos e tecnologias na vigilância em saúde; e a Vigilância em saúde participativa e democrática para enfrentamento das iniquidades sociais em saúde.

A cialis pas cher função essencial do SUS foi apontada como uma ação que leva em conta os complexos fenômenos econômicos, ambientais, sociais e biológicos que determinam o nível e a qualidade da saúde dos brasileiros de todas as idades, visando controlar e reduzir riscos. Rilke também abordou as nuances da atuação da vigilância, sendo a epidemiológica, sanitária, em saúde do trabalhador e a vigilância em saúde ambiental.

Um dos desafios da vigilância em saúde seria examinar as condições de vida e saúde das populações para organizar intervenções nos seus respectivos territórios. “A ação da Vigilância em Saúde deve incidir sobre diversos planos, como nas políticas e mecanismos regulatórios de todos os setores econômicos, sociais e ambientais que tenham relação com a saúde, na rede de atenção à saúde, considerando todos os seus dispositivos e junto à sociedade, integrada aos territórios”, apontou.

O diretor acredita que é preciso pensar uma Política Nacional de Vigilância em Saúde de forma participativa repensando o modelo de atenção à saúde, imbuída de novos sentidos e significados para a cidadania e a democracia brasileira como sinaliza o debate.

Fonte: Fenafar

Publicado em 23/10/2017

 

 

 

Quem estiver interessado no módulo II do curso de atualização Prática Clínica Farmacêutica no Contexto Hospitalar da Teoria a Prática organizado pela  Associação Mineira de Farmacêuticos – AMF pode concorrer a 50% de bolsa enviando nome e telefone para o e-mail comunicaçãEste endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. até o dia 09/11. O módulo Acompanhamento Farmacêutico a Beira do Leito: como fazer será nos dias 09 e 10/11 no Hospital das Clínicas da UFMG.

 

O curso irá abordar o raciocínio clínico para tomada de decisão no contexto hospitalar, a análise de interação medicamento x medicamento e realização de intervenções, além da realização de ajuste de dose de medicamentos em caso de disfunção renal e analgésicos opioides. O módulo inclui conteúdos como o uso de exames laboratoriais para tomada de decisão clínica e vai discutir casos clínicos. Outras informações e inscrições www.amfar.com.br

 

Publicado em 24/10/17

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig/AMF

 

 

 

 

Estão abertas as inscrições para o curso de atualização Prática Clínica Farmacêutica no Contexto Hospitalar da Teoria a Prática organizado pela  Associação Mineira de Farmacêuticos – AMF.  No próximo final de semana, dias 27 e 28/10, será ministrado o Uso das diretrizes clínicas de hipertensão e diabetes para tomada de decisão. O módulo será ministrado pela Josiane Moreira Costa, no Hospital das Clínicas da UFMG, com 16 horas aulas divididas entre as aulas da sexta-feira, das 16 às 22h e no sábado, das 8 às 19h.  

 

O curso pretende discutir as últimas diretrizes sobre hipertensão e diabetes. Entre os conteúdos a serem abordados estão o manejo da farmacoterapia no acompanhamento de pacientes para indicação e segurança de cialis 20mg anti-hipertensivos e antidiabéticos orais O uso de insulina, ajuste de dose e a apresentação de casos clínicos também está prevista. Outras informações e inscrições www.amfar.com.br

 

Publicado em 24/10/17

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig/AMF

 

 

 

O presidente da Federação Nacional dos Farmacêuticos, Ronald Ferreira dos Santos e as dirigentes regionais Lia Melo (Regional Sul) e Larissa Utsch (Regional Centro-Oeste) abriram na noite desta quinta-feira, 19/10, o 3° Encontro Sul, Sudeste e Centro-Oeste de Sindicatos de Farmacêuticos em Brasília. Participa do evento representante de vários estados inclusive o diretor do Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais – Sinfarmig, Rilke Novato. 

A abertura do primeiro debate do encontro foi feita pela deputada do Distrito Federal, Érika Kokay, que falou sobre como as pessoas devem ter controle sobre seus corpos, culturas e pensamento. Segundo ela, é um processo que deve ser perseguido permanentemente pela humanidade.

Érika Kokay afirmou que a condição de sujeitos vem sendo apropriada pelos inimigos dos trabalhadores, através de seus aparelhos de domínio ideológico, como a mídia que entra em nossas casas, se apropria dos nossos pensamentos, da nossa percepção e até das nossas bandeiras de luta e chamou a atenção sobre a importância da luta por uma comunicação democrática.

A deputada também denunciou que as instituições de poder no Brasil estão dominadas por “homens brancos e ricos, de bengala, cartola e casaca, responsáveis pela construção de um país desigual, onde o ódio é a resposta possível diante da cultura do medo. As fardas e as armas se apropriaram das almas, foram internalizadas”, denunciou.

Ao se referir à intolerância que vem tomando conta da sociedade, Érika Kokay disse que o fundamentalismo só respeita o que é espelho e que é preciso enfrentar os ovos de serpente, antes que tenhamos um mundo de serpentes. Ela citou Nelson Rodrigues “o absurdo está perdendo a modéstia” para em seguida afirmar que “é preciso resgatar o que nos faz humanos: a luta, o afeto, o pertencimento e a cultura”, concluiu.

 

Fonte: Fenafar

Publicado em 20/10/17

 

Mais Artigos...