A 1ª Conferência Nacional de Vigilância em Saúde (CNVS) será realizada entre os dias 21 e 24 de novembro de 2017 em Brasília e a boa notícia é que já está no ar um site recheado de informações. O evento pretende intensificar o debate em defesa do Sistema Único de Saúde (SUS) e propor diretrizes para a construção de uma Política Nacional de Vigilância em Saúde.

 

Nesta primeira edição da CNVS o tema central será “Vigilância em Saúde: Direito, Conquistas e Defesa de um SUS Público de Qualidade”. As discussões serão em torno de um eixo principal para tratar do direito a proteção e promoção da saúde dos brasileiros. Além dos desdobramentos em quatro subeixos, sendo eles: O Lugar da Vigilância em Saúde no SUS; Responsabilidades do Estado e dos governos com a vigilância em saúde; Saberes, Práticas, processos de trabalhos e tecnologias na vigilância em saúde; Vigilância em saúde participativa e democrática para enfrentamento das iniquidades sociais em saúde.

 

As etapas municipais e macrorregionais serão realizadas até o dia 31 de agosto e as etapas estaduais de 1º de setembro a 21 de outubro. Também poderão ser realizadas conferências livres até o dia 21 de outubro. Confira mais informações no site www.cnvs.org.br

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig

Publicada em 18/08/17

 

 

 

Um ofício encaminhado à Prefeitura Municipal de Tiradentes pediu a correção da defasagem salarial do farmacêutico e a valorização da atividade profissional com garantia de condições dignas para desempenho da função. Este foi o documento enviado pelo Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais – Sinfarmig ao prefeito municipal de uma das principais cidades históricas de Minas. 

 

Para a entidade sindical, a Assistência Farmacêutica vem aumentando o seu campo de atuação e desempenha uma série de atividades fundamentais no Sistema Único de Saúde – SUS. Segundo o Sinfarmig o profissional vem sendo convocado a atuar em diversas frentes, inclusive aquelas que viabilizam recursos financeiros para os municípios oriundos tanto do Ministério da Saúde quanto da Secretaria Estadual de Saúde – SES/MG.  

 

No ofício, o Sindicato solicita providências para a reparação do salário praticado no município que se encontra muito abaixo do Piso Salarial estabelecido em Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) que atualmente é de R$ 3. 923,62 para uma jornada de 40 horas semanais e é praticado para a  maioria dos farmacêuticos no Estado. Embora não haja um Piso Salarial Nacional para a categoria, o Sinfarmig orienta os empregadores públicos a usar esta referência caso não possa praticar uma remuneração maior. 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig 

 

Publicado em 18/08/17

 

 

 

 

 

A diretora do Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais – Sinfarmig, Christianne Jácome, representou a entidade na comissão de revisão do regulamento da Mesa Permanente de Negociação SUS de Contagem. Na reunião, realizada no dia 14/08, o Sindicato apresentou carta de intenção solicitando a participação na nova composição da Mesa.

 

 

A Comissão conta com representantes do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde (Sindsaúde), do Sindicato dos Médicos de Minas Gerais (Sinmed), do Sindicato dos Odontologistas de Minas Gerais (SOMGE) e do Sindicato dos Servidores Públicos de Contagem (Sindiscon) além do Sinfarmig.

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig

Publicada em 17/08/17

 

 

 

O Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais – Sinfarmig enviou ofício ao prefeito de Itamarandiba, Luiz Fernando Alves, depois de  saber que um  Processo Seletivo da administração pública previa a remuneração de R$2. 150,00 para um profissional no cargo de farmacêutico. Um valor bem abaixo do piso salarial usado como referência no Estado, que é de R$ 3.747, 49 para uma jornada de 40 horas semanais. 

 

No ofício a entidade sindical alega que o salário proposto não é compatível com as responsabilidades exigidas de um profissional graduado que atua na estratégia terapêutica mais importante e recorrente entre todos os serviços de saúde, que é a terapêutica medicamentosa.

 

O Sinfarmig solicitou reconhecimento ao trabalho do farmacêutico no município, assim como a correção da defasagem salarial proposta no processo seletivo de modo que sejam oferecidas as condições dignas para o desempenho das atividades.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig

 

Publicado em 17/08/17 

 

 

 

Campanha salarial 2017 - Farmacêuticos de Transportadoras

 

O Sindicato dos Farmacêuticos de Minas Gerais - Sinfarmig participará na próxima terça-feira, 22/08, às 14h, na Avenida Antonio Abrahão Caram, 728, bairro São José, da primeira reunião de negociação coletiva dos farmacêuticos que atuam em transportadoras com entidade patronal. 

A pauta de reivindicações foi elaborada e aprovada pela categoria em Assembleia Geral Extraordinária realizada no mês de maio. Mas só esta semana o Sindicato das Empresas de Transportes de Carga do Estado de Minas Gerais - Setcemg sinalizou com a data da reunião que deverá criar a primeira Convenção Coletiva de Trabalho – CCT para os farmacêuticos que atuam neste segmento.

Para elaborar a pauta, o Sinfarmig envolveu os profissionais e criou um canal de comunicação on-line para receber sugestões de reivindicações de caráter coletivo da categoria que se encaixassem na CCT.

A intenção era democratizar a pauta de reivindicações e melhorar a interação com os farmacêuticos. Para o Sinfarmig, o ramo de atividade é muito importante e  tem crescido muito principalmente após ter se tornado obrigatória a presença do farmacêutico como responsável técnico habilitado nos quadros das empresas que realizam o transporte terrestre, ferroviário, aéreo e fluvial de medicamentos e insumos farmacêuticos. 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Sinfarmig

Publicada em 17/08/17

 

 

 

 

A proposta de regulamento da etapa nacional da 1ª Conferência Nacional de Vigilância em Saúde (CNVS) está disponível para alterações, acréscimos ou exclusões de propostas. As sugestões podem ser feitas por meio de formulário on-line que estará disponível até a próxima terça-feira,  22/08. No link http://formsus.datasus.gov.br/site/formulario.php?id_aplicacao=33071

 

Esta proposta foi elaborada pela comissão organizadora da 1ª CNVS e aprovada na 295ª Reunião Ordinária do Colegiado do CNS e define as regras de funcionamento da etapa nacional. A conferência promovida pelo Conselho Nacional de Saúde (CNS) foi convocada pela Portaria 1.017, de 11 de maio de 2016, com Regimento aprovado na 284ª Reunião Ordinária do colegiado, nos dias 18 e 19 de agosto de 2016. A 1ª CNVS será realizada entre os dias 21 e 24 de novembro, em Brasília.

 

Fonte: CNS

Publicada em 17/08/17

 

 

 

 

O Conselho Nacional de Saúde (CNS) lançou um abaixo-assinado contra a Emenda Constitucional nº 95/2016, que traz graves prejuízos à população brasileira. A emenda congela os gastos com saúde e educação por 20 anos, fragilizando de forma severa o Sistema Único de Saúde (SUS). O documento será enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF), em abril de 2018.

O objetivo do abaixo-assinado é impedir a execução ilegal da Emenda Constitucional 95/2016, que substitui o “teto” (limite máximo) de despesas nas áreas de saúde e educação pelo “piso” (limite mínimo) de 2018 a 2036. Estima-se que, com o congelamento de investimentos, haverá uma redução de 400 bilhões no orçamento durante esse período. A fixação da regra do “teto” reduzirá, na prática, as despesas por habitante com o SUS e com a educação pública.

Ainda que a população cresça nas próximas duas décadas, o governo vai reduzir os investimentos, mesmo diante de direitos básicos, garantidos na Constituição de 1988. “O acesso à saúde e à educação como obrigação do Estado deve estar acima de quaisquer divergências político-ideológicas para a construção de uma sociedade mais justa e fraterna”, diz o documento.

O abaixo-assinado, que estima colher cerca de três milhões de assinaturas, será anexado à Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5.658, cuja relatora é a ministra do STF, Rosa Weber. Por enquanto, as assinaturas serão colhidas somente de forma física. Veja a seguir como ser um amigo desta causa.

 

COMO ASSINAR

 

Faça o DOWNLOAD do ABAIXO ASSINADO

https://drive.google.com/file/d/0B8p8VKH21ZhZbHJqV0t6RlhWUEE/view

Insira a logo da sua entidade no cabeçalho

Recolha o máximo de assinaturas que você puder

Envie para o CNS no endereço:

Esplanada dos Ministérios, Bloco “G” 

Edifício Anexo, Ala “B” – 1º andar 

Sala 103B – 70058-900 

Brasília, DF

 

Fonte: CNS

Publicado em 16/08/17

 

Mais Artigos...